O Espelho

sábado, 2 de setembro de 2017



O espelho refletia parte do que ela era, alta, magra, cachos soltos, rosto angular, o tipo de garota que tem tudo no seu lugar. A maquiagem escondia o que ela dizia ser defeito, algumas manchas de espinhas recentes, outras já antigas. Um pouco de rímel pra levantar o olhar, ela dizia. Delineado para o deixar mais sedutor. Lápis, já é de praxe. O blush corava o seu rosto antes pálido. E para boca, de sua necessaire ela tirou o vermelho. O vestido que tinha o caimento perfeito já estava sobre a cama, a noite seria dela. Estava pronta para ir a qualquer lugar.

Após vestida, encarou por mais alguns minutos o seu reflexo. Sim, ela estava linda, exuberante. Se sentia digna do que ela era. Ou estava vestida. Sabia que seria desejada, cobiçada, chamaria atenção por onde passasse. Ela gostava de se sentir assim. A fazia bem e a deixava feliz. Olhou para os sapatos em seus pés, o salto que ganhara de sua avó em seu aniversário de dezoito anos, uma lágrima caiu. A garota no espelho também chorava, soluços surgiam, outros e mais outros, a maquiagem foi se desfazendo pouco a pouco, como uma máscara caída.

Em seu consciente uma voz dizia: “Quando você entender que é linda por dentro e por fora e que existe alguém que te ama incondicionalmente, você será uma garota feliz.”, últimas palavras de sua vó. Olhou para o espelho a sua frente, desceu do salto, pegou o algodão que estava em cima da bancada, assim como o demaquilante, a cada algodão que jogava na lixeira ela repetia “Quando eu entender que sou linda por dentro e por fora e que existe alguém que me ama incondicionalmente, serei feliz.” E ela seria.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Seja bem vindo(a) e obrigada por comentar! <3
Me encontre nas redes sociais: Instagram l Facebook l Pinterest

COPYRIGHT 2018 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - DESENVOLVIDO COM AMOR POR PISH AND POSH