Vivendo a solteirice: Como aprender a estar sozinha?

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Solteirice

Olá, moçada bonita! Tudo bem? Estamos para começar uma série de três posts no blog de como viver a solterice. E nosso primeiro tópico é: Como aprender a estar sozinha? Você sabe? Como sabemos nem tudo são contos de fadas, as vezes um relacionamento que achamos ser duradouro pode acabar e como sobreviver a isto? 


Antes de começar nosso bate-papo quero dizer que esse mês de novembro vai ficar agitado aqui no blog, isso porque me organizei. Estou tão feliz que consegui finalmente montar um planner para o nosso local de encontro, sim, porque o blog é onde posso me encontrar com você e conversar sobre interesses comuns.

Enfim é gratificante dizer que toda segunda, quarta e sexta de novembro nos encontraremos aqui. E, para começar, essa semana teremos uma série de três posts sobre viver a solterice, fique à vontade para convidar as amigas que precisam ler sobre esse tema.


Solteirice

O que precisamos lembrar sempre é que não nascemos agarrados com ninguém, ao longo da vida existirão pessoas que passarão por nós, nos fará virar de ponta cabeça e simplesmente irão embora como se nada tivesse acontecido. E nessas horas devemos estar cientes que sabemos e podemos estar sozinhas.

Eu li a seguinte frase no blog da Fabíola Simões A solteirice também é feita de alegrias, descobertas deliciosas que só experimenta quem não tem medo de sua própria companhia.
E é verdade, quando mais nova eu amava ficar sozinha com um caderno, uma caneta e uma música lenta nos ouvidos, quando descobri que eu podia compartilhar das coisas que gosto com alguém e que essa pessoa ´poderia me faria feliz, comecei a buscar essa felicidade.

Só fui namorar aos vinte e um anos de idade, se esperei tanto tempo, poderia ter esperado mais, esperado estar mais madura. Eu tinha ficado tanto tempo solteira, que quando namorei eu tive um vislumbre do que realmente queria para minha vida e quando terminei, entendi que havia desaprendido a ser feliz sozinha.

E a volta pra solterice dói, viu. Mas deixa eu te dar um refrigério, dói mas também passa.

Quando descobrimos que não somos dependentes daquela pessoa as coisas começam a ficar mais claras. Podemos ser felizes com nosso próprio eu, sabe aquele papo de amor próprio? Então...

A pessoa certa vai aparecer, vai por mim. Eu te entendo quando essa frase parece clichê, mas eu espero por ela também. E temos que ter fé, não é? Mas eu estou me aproveitando, melhorando aqui, priorizando ali, colocando minha saúde mental em primeiro lugar, revendo ideias, fazendo planos, tendo conquistas para então voltar a pensar em relacionamento.

Priorize sua felicidade e veja coisas incríveis acontecer.

Ah, garota! Deixa eu te dar uma dica, seus amigos e parentes podem até te chamar de “encalhada”, “não pega ninguém” e por aí vai, quando isso acontecer, repita para você mesmo “eu vou ter alguém que me ame, mas eu tenho que aprender a me amar primeiro”, você será feliz com alguém se souber ser feliz sozinha.

A solteirice pode parecer nunca ter fim e enquanto esse dia não finda aprenda a valorizar o que tem agora, sua família, seus amigos, se puder viaje, faça o que você mais gosta, não se limite pelo que – você acha que - perdeu, mas ouse em ser o mulherão que você escondeu dentro de você.

Com amor,
Priscila.

6 comentários :

  1. Great post dear!You have a good blog :)
    I follow you can you follow me back?
    www.guzelvekulturlu.com
    xoxo

    ResponderExcluir
  2. Acho que o pior do que ser uma pessoa solteira a vida inteira, é ser uma pessoa que já namorou e voltou a ser solteira, acho que isso deve doer muito mais. Porque pra quem que, assim como eu, nunca namorou e vive solteira, é mais fácil de se adequar na solterice, agora pra quem já estava acostumada a ter alguém ali como parceiro(a) é ruim pra acostumar a não ter mais a pessoa ali né? Da mesma forma que também é difícil pra pessoa que vive solteira, se acostumar com alguém novo entrando na sua vida. Enfim, no final é tudo uma questão de costume mesmo. Amando essa série de posts!
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Thami! É questão de costume, e desapegar é complicado demais, como disse é dolorido, mas passa. A pessoa que entra na nossa vida muda nossa estrutura completa, porém ao sair e ter que retornar a 'rotina' de antes é bem complicado. Eu fiquei solteira bastante tempo também, e percebo que no final das contas é uma questão de adequar-se. E depois que acaba, continuar vivendo. Beijão :*

      Excluir
  3. Tens toda a razão, eu aprendi a estar sozinha e agora nem quero outra coisa!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir

Seja bem vindo(a) e obrigada por comentar! <3
Me encontre nas redes sociais: Instagram l Facebook l Pinterest

COPYRIGHT 2018 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - DESENVOLVIDO COM AMOR POR PISH AND POSH