search this blog

DEUS ACREDITA EM VOCÊ

06 novembro 2015


Era um dia ensolarado no parque, domingos geralmente o parque ficava bem cheio, as famílias passeavam com seus filhos, e ele aguardava o povo da igreja chegar para entregar os folhetos. Respirou fundo e sorriu, o sol tava bem alto, dava até pra pegar uma cachoeira se desse tempo. Ao longe viu o pessoal chegar, e ouviu pela milésima vez a recomendação "Homens para homens e mulheres para mulheres" A maioria dos seus amigos, já corriam pelo parque , objetivo era entregar folhetos que falasse do amor de JESUS o máximo de pessoas possíveis, e os caras haviam feito uma aposta quem iria entregar maior numero de folhetos, ele sorriu porque sabia que iria vencer, ele era bem carismático, e todo mundo gostava do seu sorriso.

Ele parou como se tivesse levado um choque, debaixo de uma árvore viu uma garota, com livro na mão, os cabelos longos, usava um corte bem diferente com lado da cabeça raspado, ela tinha uma tatuagem no ombro, e unhas vermelhas, seu short não era tão diferente dos que as meninas que ele conhecia usava, e ela parecia bem concentrada no que estava lendo, como se não bastasse ela olhou pra ele e sorriu "Perdido?"

 Ele olhou pro os lados desejando que uma das meninas aparecesse , não sabia como lidar com pessoas assim, pessoas como já tinha ouvido falar meio "punks" fora que ela era mulher e tal, era melhor esperar uma das meninas, porem seria idiota não responder: "Oi, tudo bem? Não tava querendo te incomodar" Ela sorriu, e disse "Relaxa, brother, e tipo camisa maneira hein!" Agora que ele havia reparado tava com a camisa de evangelização "Jesus meu tudo!"

Ela com certeza era diferente, olhou pra ela, e reparou que ela usava uma camisa com dizeres em inglês "Praise name of the Lord..." "A sua também", respondeu. Ela pareceu entender a confusão que ele estava e disse "Então o que você tem na mão?" Nessa hora, ele ficou meio sem graça de responder, pessoas iguais a ela não curtia falar de Deus, e ele não estava afim de cair num debate, sobre drogas, religiões, sexo, e tudo que pessoas iguais a ela gostavam de fazer, então só respondeu "É um folheto da igreja, foi mau te incomodar, eu já estou indo." E saiu, porem sentiu uma mão segurando seu braço, ela de repente pegou o folheto e sorriu, e disse o que estava escrito.

 " Deus Acredita em Você! Ele te ama! Entregue-se a ele!" Pronto ele já sabia o que estava por vir, e antes que ela falasse ele disse " Eu sei que você pensa, não precisa se preocupar, são folhetos para pessoas que acreditam em Deus, e mesmo que você acha que não funcionam ,eles funcionam sim." Olhou para ela , esperando uma resposta debochada, porem ela estava muito séria, e respondeu. "Você está errado, primeiramente eles funcionam para quem não acredita nele, afinal se eu acredito não preciso que digam isso para mim, e bom eu sou a prova viva de que funciona. e segundo você não sabe o que eu penso, eu penso que realmente Deus acredita na gente, e capacita os que dizem ser incapacitados, eu era uma dessas pessoas e hoje graças a um folheto me entreguei a ele, e faço parte do seu Reino e você tem certeza que faz parte?"

Me senti bem envergonhado, e olhei para ela de novo, ela era diferente, os olhos dela brilhavam,e ela tava lendo simplesmente uma biblia e eu com meu pré- julgamento a rejeitei, "Por favor me desculpa." Ela sorriu e disse" Da pra ver que você não sabe ingles" E caiu na gargalhada, "Vamos te ajudo a entregar esses folhetos, afinal tem gente que realmente Deus acredita, e precisa crer nessa palavra, a propósito qual é seu nome hein!? Ele sorriu e disse: Pedro. Ela então caiu na gargalhada, e disse," Tinha que ser...meu nome é..."

Você já viveu situações em que vivia com seus padrões e achou que Deus simplesmente vivia dentro deles? Bom eu confesso que sim, a graça de Deus e multiforme e ele ama todos, e graças a ele somos diferentes. A biblia nos diz que Pedro, uma hora por seguir tradições não quis comer o que o Senhor havia colocado para ele, porque dizia que era coisa imundas aos olhos de Deus, porém Deus deu uma ordem.


E foi-lhe dirigida uma voz: Levanta-te, Pedro, mata e come.

Mas Pedro disse: De modo nenhum, Senhor, porque nunca comi coisa alguma comum e imunda.

E segunda vez lhe disse a voz: Não faças tu comum ao que Deus purificou.


 A religiosidade faz isso com conosco, julgamos pessoas porque não cabem nos nossos padrões, e não transmitimos amor, hoje quero que você entenda o amor de Deus não vê roupas, ele vê corações. Que possamos amar como ele nos amou.


"Não julgueis, para que não sejais julgados. 2Pois com o critério com que julgardes, sereis julgados; e com a medida que usardes para medir a outros, igualmente medirão a vós. …" Matheus 7:1,2









1 comentários:

  1. Irada essa mensagem, me apaixonei, cara quando deixarmos de lado o preconceito o Reino dos céus ficara super lotado.

    ResponderEliminar

featured Slider

Show Sidebar (Default y )

Pinterest Gallery