search this blog

Você é influenciado ou influencia?

08 novembro 2015

Era uma vez um depósito de vasos quebrados.
Ninguém se importava com eles; nem eles mesmos não se importavam. Ao contrário, quanto mais quebrados ficavam,  mais eram respeitados pelos outros, por isso não estavam nem aí com a sua triste situação.
Um dia, por engano, um vaso inteiro foi parar no meio dos vasos quebrados, mas, por ser diferente dos demais, de imediato ele foi rejeitado e hostilizado. Justo ele, que tinha uma necessidade miserável de ser aceito.
Tentou se aproximar dos vasos menos danificados, aqueles que tinham apenas a boca rachada, mas, não deu certo. Depois, procurou se aproximar dos vasos que tinham apenas um pequeno furo na barriga, mas, também foi repelido. Tentou uma terceira vez, com os vasos que estavam trincados na base, mas, não adiantou.
Resolveu, então, arranjar umas brigas, esperando conseguir um ferimento, um risco, uma trinca ou, quem sabe, com um pouco de sorte, até um quebrado bacana.
Mas, naquele lugar uma coisa incrível acontecia: ninguém tinha força bastante para quebrar os outros. Se algum vaso quisesse arranjar em quebrado, tinha que se quebrar sozinho.
Então ele fez umas loucuras, umas estripulias, e conseguiu se rachar sozinho.
Ficou feliz, realizado, por que logo foi aceito no clube dos vasos quebrados, mas sua alegria durou pouco tempo, pois, logo ele começou a se incomodar com uma outra necessidade: a de ser o líder dos vasos quebrados e ser respeitado por todos.
Para isso, teve que ir-se quebrando mais e mais. E se quebrou em tantos pedaços que voltou ao pó. E deixou de ser vaso!
Por vezes achamos que uma pequena atitude nossa, "um pecadinho", não vai fazer nenhuma diferença em nossas vidas, mas essa coisinha pequenininha pode ser um começo de uma grande ruína, assim como o vaso ao final da história. Para estar igual aos outros ele decide se quebrar um pouco, e foi este o começo de seu final.
Nos deparamos com a mesma situação em nosso dia a dia, seja no trabalho, seja na escola/faculdade. Deixamos de ser quem nós realmente somos para acompanhar determinados grupos, nos deixando influenciar com coisas que nos levarão ao fundo do poço. Aí pensamos: se não agirmos conforme eles, seremos chamados de careta, quadrado, entre tantas outras coisas.
Deixemos estas más influências de lado, sejamos influenciados por Jesus. Pelo seu grande amor, sua sabedoria, sua paz. E a partir daí sejamos nós os que influenciam, e não os influenciados. Sejamos diferentes com as nossas atitudes, deixando  a luz de Deus brilhar em nós e influenciando as pessoas que convivem conosco.  

4 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Que lindo texto, muito reflexivo.
    A forma que elucidou o texto foi maravilhosa e é uma super lição de moral.
    Parabéns pelas belas palavras
    beijos
    http://amandastale.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Muito obrigada!
      Fico muito feliz em ser um canal de Deus para abençoar a vida de todas vocês!
      Super Beijos!

      Eliminar
  2. Adorei o texto!
    Beeijos

    www.ataquedamodaa.com

    ResponderEliminar

featured Slider

Show Sidebar (Default y )

Pinterest Gallery