search this blog

FARISEU, EU? NÃO!

31 maio 2016


Será que temos algumas atitudes de fariseus em nosso modo de viver? Muitas coisas mudaram e avançaram no mundo. Mas algumas mentes cristãs sem perceber, ou percebendo possuem atitudes similares ao tempo antigo. Que atitudes seriam essas, Dê? O fariseu era o cara que adorava lembrar as leis, dizer o que a pessoa podia ou não fazer e caguetar quando estava errada para ser punida. (MENOS COM ELES PRÓPRIOS PORQUE ERAM ''OS CARAS'').

Acho que a frase bem conhecida que cairá perfeitamente bem sobre o assunto em questão é: ''Faça o que digo, mas não faça o que eu faço.''
Muitos cristãos possuem uma forma de pregar verbalmente que não coincidem com suas ações o que dificulta o seu testemunho e escandaliza o evangelho. Já dizia Francisco de Assis: ''Pregue o evangelho a todo tempo. Se necessário, use palavras.'' 
Essa frase já corrige bem a outra. Muitos se colocam em um patamar avançado se achando superiores e os ''separados'', como encontrei o significado no celular sobre fariseu. Aqueles que se acham mais justos para entrar no reino dos céus. Há quem julgue e se ache melhor que o tatuado, o ladrão, o homossexual, a garota de programa ou adultero. Mas para Deus não existe acepção de pessoas e pecadinho e pecadão. Lembrando que fofocar e julgar também é pecado, para ficarmos ligados!

O legal da história é que Jesus veio pregar com suas atitudes, coisa que ''os caras'' não faziam e não aceitaram. Jesus, o filho de Deus, que veio para mostrar que é possível nós como humanos, fracos e pecadores escolhermos o caminho da santidade e vida eterna. Jesus veio quebrando protocolos humanos e substituindo ódio pela pregação do amor e da esperança.
Simplesmente isso, Ele nos amou! Ama você e eu pecadora, ama a prostituta, ama o homossexual, ama aquele que roubou, (exemplo disso foi o ladrão na cruz que se arrependeu e entrou no reino dos céus), a quem adulterou. Na bíblia mesmo nos diz que Deus ama o pecador (nós), o que Ele abomina é o pecado. Mas quem tem o poder de te tirar do pecado? Eu? Não! Somente o Espírito Santo que convence o homem do pecado.

Então meus caros, que não venhamos agir como apontadores e que nosso papel diferenciado na sociedade seja marcado pelo A M O R que foi o ato mais bonito que Jesus fez por nós e que Deus tem nos demonstrado até os dias de hoje com sua infinita misericórdia. Contudo, a forma mais importante e eficaz do cristão pregar o amor de Deus são pelas atitudes. Não seja o que aponte, seja o que ame! Não seja o que espalhe, seja o que acolhe! Até a próxima terça, beijos da Dê!

Ouvindo isso Jesus lhes disse: ''Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Eu não vim para chamar justos, mas pecadores.
(Marcos 2.17)


0 comentários:

Enviar um comentário

featured Slider

Show Sidebar (Default y )

Pinterest Gallery